Excelência interior

Podemos nos sentir felizes com coisas simples, quando estamos serenos com quem somos

Há notícias que, todo início de ano, se repetem: "O Brasil este ano vai decolar", "Enchentes em São Paulo, o novo governador promete resolver a questão", "A saúde no Rio de Janeiro está em colapso". Assim, vamos tendo a sensação de que o novo na realidade é velho conhecido e as grandes expectativas começam a se desmanchar na rotina, os castelos de felicidade são levados por essas ondas negativas.

Como fevereiro é o mês do carnaval, que lembra alegria, veio a idéia de escrever sobre o tema, mas já houve uma crônica intitulada Essa tal felicidade, e não queria me tornar repetitiva. Uma coisa leva a outra e eis que a palavra felicidade chega das mais diferentes direções para que possa ser estudada melhor.

As pessoas andam tão preocupadas em procurar ser felizes, que se esquecem de sentir, porque este estado é e sempre será um bem-estar interior. Quando estamos serenos com quem somos, sentimo-nos felizes naturalmente, comendo uma comida de que gostamos, um simples pastel, por exemplo, vestindo uma roupa nova, mesmo uma camiseta branca de algodão, um filme ou uma música que nos levam a lembranças alegres, um bem-te-vi gorjeando na janela... ou seja: não aconteceu nada, mas estamos bem, sentimo-nos felizes, então descobrimos que o que realmente importa na vida é quem somos essencialmente e como estamos evoluindo.

A vida é feita de escolhas, e devemos optar pelo bem-estar, mas como fazer isso? Não podemos mudar bruscamente o mundo que nos cerca nem as pessoas com que convivemos para equilibrar e sentir a paz que vem da ausência de problemas, mas podemos mudar a nós mesmos, reagindo de forma diversa aos acontecimentos externos e criando em nosso interior um mundo particular que nada nem ninguém poderá transtornar.

De boas intenções está o mundo repleto, poderão alguns dizer, mas as boas intenções não salvam as partículas do Grande Foco - são os pensamentos e as boas obras, reflexos desses pensamentos, que as beneficiam (Luiz de Mattos). Outro axioma muito usado é: "a fé move montanhas". Se todos soubessem irradiar, não existiriam montanhas para ser removidas, apenas planícies para ser atravessadas, com muito menos percalços.

 "Não posso provar que deus existe, mas meu trabalho provou empiricamente que o "padrão de deus" existe em cada homem, e que esse padrão é a maior energia transformadora que a vida é capaz de oferecer ao indivíduo. Encontre esse padrão em você mesmo e a vida será transformada." (Carl Gustav Jung).

Esse padrão é a busca pela excelência interior, cada ser humano é uma partícula da Inteligência Universal e carrega no seu interior todos os atributos latentes dessa Força. Esse médico estudioso da psiqué humana, que viveu entre 1875 e 1961, desenvolveu a teoria da Sincronicidade, coincidências significativas que não podem ser explicadas como uma simples relação de causa e efeito. Pode-se ter consciência das ligações internas com as forças do Universo, ou seja, que se é parte do Todo e que leis universais podem ser usadas para melhorar a vida cotidiana, imprimindo, assim, uma orientação sadia à vida. Ser feliz, portanto, é uma conquista de quem sabe viajar para dentro do seu próprio ser, aprendendo a conhecer- se como Força e Matéria, partícula do Todo em evolução, harmonizando-se com as leis naturais e imutáveis da natureza.

É preciso pôr esse espiritualismo no dia-a-dia. Para espiritualizarse são necessárias quatro fases: conhecer, aprender, praticar e ensinar (Gilberto Silva). O primeiro passo é essa aventura interior buscando no âmago de si mesmo as circunstâncias que criaram o que somos, modificar o que for necessário, iniciando pela maneira de pensar, porque, através da reformulação dos pensamentos, vamos impor uma reformulação de valores e hábitos criando um amanhã mais brilhante.

Use o carnaval apenas como desculpa para, através do rufar dos tambores, acordar seu "eu". Você quer ser invencível? Então não lute com as coisas sobre as quais você não tenha controle, porque a felicidade depende de três fatores: sua vontade, suas idéias a respeito do acontecimento em que está envolvido e o uso que você faz de suas idéias. Sua vida é a maior empresa do mundo, só você pode evitar que ela vá à falência. O importante é cada um saber a diferença entre reputação e consciência: a primeira é o que os outros pensam de você, e isto não muda a vida de ninguém; a segunda é o que você é, e isto, sim, faz toda a diferença para encontrar a felicidade.

Heloísa Ferreira da Costa
Militante da Filial Marília - SP
 

A bem da saúde física e moral

Descobertas científicas orientam-se para servir a sociedade


A sociedade precisa pensar sobre o mundo de modo coerente, compatível com tanto progresso e descobertas

O ano encerrou-se com saldo positivo, em se tratando de ciências. Avançam as pesquisas genética (já agora voltada para doenças potenciais) e nuclear (dividida entre o civil e o militar). Preocupam mais e mais as doenças neurodegenerativas, provocando frenesi no intercâmbio de idéias. A revolução robótica - inteligência artificial - galga desafios e vai chegando à Medicina, Segurança, Forças Armadas, Esporte. Lá para 2050, espera-se, robôs humanóides terão constituído time de futebol, para maior ou menor emoção dos adeptos. Porque seria na informática, precisamente, transformação tão significativa quanto a revolução industrial, com impacto em tudo e todos.

Progresso célere, pois que o mundo tem pressa dos resultados. Mas diálogo ainda restrito. Fato que se insere entre as grandes interrogações do momento, devido às questões éticas. Altas tecnologias são ainda apanágio de poucos. Muitos aspectos da ciência moderna continuam inacessíveis. Sofre, principalmente, a saúde, de acesso desigual. Submerso o Estado paternalista, novas soluções pretendem responder às mudanças em curso. Quais? Espiritualidade e consciência, abstratas, começam a assumir forma menos fluida. ...

Continuação do artigo em PDF

Clecy Ribeiro
Jornalista
 

A nossa RAZÃO de Ser -  Luiz de Mattos
NOTA: Este artigo apareceu em 19 de dezembro de 1916. Foi mantida a grafia da época.  Leia o artigo aqui...


FEVEREIRO DE 2007

É preciso ter esclarecimento
Licões de vida
Excelência interior
O valor do trabalho
Aos jovens com carinho
A humildade
A família é a base mais sólida
A bem da saúde física e moral
Buda, o 'ateu' que se tornou um deus
O papel do Racionalismo Cristão
Álcool, flagelo da humanidade
Vontade e determinação
O poder da vitamina C
Os riscos da infecção urinária
Os problemas da memória
Flagelo fluvial
Filosofia que ensina a viver
O trabalho
Benevolência


Arquivo de edições anteriores

IMPORTANTE
Clique na imagem para tomar conhecimento das últimas notícias do Racionalismo Cristão


Assine o jornal A RAZÃO

Por favor preencha este formulário.



Clique na imagem  acima para baixar ou ler "online" o jornal A RAZÃO de fevereiro de 2007 em formato PDF


Primeiras páginas do jornal A RAZÃO

Clique no ícone para visitar as primeiras páginas do jornal A RAZÃO na internet, desde março de 2006, tendo depois acesso a todos os jornais em PDF e artigos em HTML publicados desde essa data.


Fotos do 50º Aniversário da nova sede da Casa-Chefe


Programa de rádio do Racionalismo Cristão


Clique na imagem acima e participe na pesquisa sobre o jornal A RAZÃO do mês de fevereiro.


O Racionalismo Cristão

é uma filosofia para o nosso tempo. Visite o nosso site principal neste endereço.


Rádio A RAZÃO - Fotos
Clique na imagem para ver fotos da inauguração da Rádio A RAZÃO no dia 20 de maio de 2006


IMPRENSA DE CABO VERDE

Leia o que a imprensa de Cabo Verde escreveu sobre a visita histórica do vice-presidente do Racionalismo Cristão àquele país africano.