Edição de outubro

Como vencer o medo

O medo é de origem psicológica e de caráter espiritual. De origem psicológica por ser criado na esfera psicológica, e não física, por se instalar no subconsciente e pairar na órbita dos pensamentos, no plano das ideias, da psiqué humana; de caráter espiritual por achar espaço e condições favoráveis na mente dos seres que o alimentam, a ponto de se desenvolver progressivamente pelo mau uso das faculdades e dos atributos nobres do espírito, como o raciocínio, o livre-arbítrio, a consciência esclarecida, a compreensão, a lógica, a ponderação, a moderação e a vontade fortalecida para o bem. Esses atributos nobres o ser humano deve pôr em ação para evitar o medo.
Caso este se instale em seu subconsciente e permaneça ativo, vivo em seus pensamentos, será com esses mesmos atributos que o você poderá desenergizá-lo definitivamente.
Página 10 em PDF

Maria Thomazia

Maria Tho­mazia, segunda esposa de Luiz de Mattos e mãe de Maria Cottas, nasceu em 12 de outubro de 1861 e faleceu, aos 64 anos, em 23 de novembro de 1925. Ela veio de Portugal para o Brasil para ser professora de Ca­tulo e Leo­nor, filhos do primeiro ca­samento de Luiz de Mattos. Teve grande atuação na lida doutrinária do Raciona­lismo Cristão.
Todos os anos, em outubro, A Razão homenageia Maria Thomazia, contando um pouquinho da história de sua vida, destacando a importância que teve para a Doutrina.
Página 8 em PDF

Dedicação aos filhos

Em doutrinação dada na Casa-Chefe, Maria Cottas recomenda que os seres humanos deveriam viver com o propósito de melhorar a vida material, mas engrandecendo a espiritual. E lamenta que, infelizmente, nem todos seguem esse caminho e se perdem por falta de orientação.
Maria Cottas, que em vida física foi professora e escritora, afirma que é preciso que os pais cuidem da educação dos filhos, porém, alguns, sob a alegação de falta de tempo, não o fazem e as crianças, por não receberem princípios educativos e ficarem muito soltas, acabam desviando-se do bom caminho.
Página 2 em PDF

O verdadeiro sentido da vida

Redirecione a sua vida, use seu livre-arbítrio para o seu próprio bem, controle seus pensamentos e realize o que for melhor para sua evolução espiritual, sem se deixar avassalar por espíritos obsessores. Antes de sair de casa, fortaleça-se, irradiando pensamentos de valor e coragem, mantendo-se resoluto em suas pretensões, porque assim você estará bem assistido pelas Forças Superiores.
Acostume-se a olhar sempre o lado positivo da vida, entenda que você optou por encarnar para vencer todas essas dificuldades, e isto somente será possível se você tiver total confiança em si e a certeza de que irá cumprir o seu dever na Terra.
Todos podem ser felizes, basta querer, basta que despertem para a realidade da vida espiritual e tenham disciplina nos pensamentos e nas ações.
São essas práticas que constituem o verdadeiro sentido da vida. Esta orientação foi oferecida a um leitor de A Razão que, através da seção Fale Conosco, pediu: “Ajudem-me a encontrar o verdadeiro sentido da vida, me esclareçam como posso adquirir força, paciência e resignação para lutar contra as decepções da vida.”
Página 4 em PDF

Jovens com liberdade

O 1º Encontro de Jovens do Estado de São Paulo, promovido pela Filial Sorocaba (SP) do Racionalismo Cristão, sob o tema Liberdade de consciência, liberdade com consciência, reuniu durante três dias dezenas de participantes. Além de atrativos esportes radicais, piscina, teatro e balada, eles assistiram a palestras e discutiram temas da Doutrina.
Página 5 em PDF

Cooperação

Para que uma atividade chegue a bom termo é preciso haver cooperação; nada pode andar bem se não houver colaboração sincera por parte dos seres envolvidos nela. .
Página 2 em PDF

Idosos

Há indivíduos que só pensam na velhice quando ela bate à porta. Importante é preparar-se e preparar o seu ambiente, adaptando-se a todas as fases da vida, até chegar a idades mais avançadas.
Página 4 em PDF

Superação

O ser humano é o que quer ser. Por que, então, não querer ser útil a si mesmo? Por que não lutar contra as próprias imperfeições? Por que não buscar o progresso espiritual e material?
Página 2 em PDF


Caderno criança

O soldadinho de chumbo
Por que os dedos murcham quando tomamos banho?
Viva o Dia das Crianças
Adivinhações
Piadas
Página 12 em PDF

A nossa RAZÃO de Ser -  Luiz de Mattos
NOTA: Este artigo apareceu em 19 de dezembro de 1916. Foi mantida a grafia da época.  Leia o artigo aqui...  

Baixe também a primeira página do A RAZÃO de dezembro de 1916. Clique AQUI.

OUTUBRO

Caderno normal

Editorial
Olá, CARO leitor
Cooperação, marco inicial
Vença suas imperfeições
Dedicação aos filhos
Reflexões
Fale conosco
Preparo para a vida
Jovens em liberdade com consciência em Sorocaba
Maria Cottas fala aos jovens
Grupo visita o Centro Cultural da Marinha
Filial Nova Iguaçu comemora 60 anos
Amor é destaque no aniversário da atual sede de Filial Niterói
Filial gaúcha festeja 36 anos
Nova sociedade
Obituário
Astral Superior, astral inferior e fluido astral
Homenagem a Maria Thomazia
A arte da espiritualidade
Educação, ensino e sociedade
Como vencer o medo
Recordar com olhos no futuro
Da campanha militar à guerra comercial

Espaço Infantil

O soldadinho de chumbo
Viva o Dia das Crianças
Por que...os dedos murcham quando nos banhamos?
Pense rápido
Piadas

Arquivo de edições anteriores


Envie esta página para um amigo:


Clique na imagem para
ler as últimas notícias
do Racionalismo Cristão

 


Assine o Jornal A RAZÃO

 A Razão: outubro 2012

Clique na imagem acima para baixar ou ler "online" o jornal A RAZÃO de outubro de 2012 em formato PDF.


CD REFLEXÕES

Adquira o CD "Reflexões..." com áudio de limpeza
psíquica e outros assuntos. Para mais detalhes, clique
na imagem acima


 

Baixe o livro
Racionalismo Cristão.
Clique na imagem abaixo

Baixe o livro Prática do Racionalismo Cristão.
Clique na imagem abaixo



Programa de rádio do Racionalismo Cristão


Clique na imagem acima
para acessar a TV A Razão


Primeiras páginas
do jornal A RAZÃO


Clique no ícone para visitar as primeiras páginas do jornal A RAZÃO na internet, desde março de 2006, tendo depois acesso a todos os jornais em PDF e artigos em HTML publicados desde essa data.


Estamos disponíveis, para aclarar eventuais dúvidas. Participe com seus comentários e sugestões


Visite nosso site principal


Centenário em Santos
Como foi ?

Clique na imagem abaixo
para saber como foi