Olá, CARO leitor

Gilberto Silva
Presidente do Racionalismo Cristão

Ingente luta da mulher pela igualdade de direitos

A luta das mulheres por condições mais dignas em suas vidas, fosse no trabalho e até mesmo no direito ao voto, levou à criação do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, em dezenas de países, data em que são realizadas conferências, palestras e debates sobre o papel da mulher na sociedade e, apesar de todas as conquistas, os problemas por elas ainda enfrentados, em muitos lugares, como a violência masculina, salários menores que o dos homens, trabalho excessivo com dupla jornada etc., persistem.

A ideia de criar o Dia da Mulher surgiu no final do Século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa, mas foi somente em 1975 que a Organização das Nações Unidas (ONU) o designou como o Ano Internacional da Mulher e, em dezembro de 1977, o Dia Internacional da Mulher foi adotado pelas Nações Unidas, para lembrar as conquistas sociais, políticas e econômicas das mulheres.

O Racionalismo Cristão, desde seus primórdios, sempre defendeu a mulher e seus direitos, pelo simples fato de, como espiritualistas que somos, entendermos que o espírito não tem sexo. Ele escolhe, antes de vir a este mundo, as melhores condições para o desenvolvimento de seus atributos e dentro desse planejamento astral está a escolha do sexo que irá oferecer as oportunidades de que ele necessita para a sua evolução.

Assim, Luiz de Mattos, fundador e codificador da doutrina racionalista cristã, sempre valorizou e defendeu o papel da mulher na sociedade e na família. Tanto que, através da sua famosa coluna Nota aqui em A Razão era enfático quanto ao direito de igualdade salarial entre mulheres e homens e no direito ao voto, o que somente aconteceu no Brasil a partir de 1932. Prova disso é uma charge publicada em 24 de dezembro de 1916 nas páginas de A Razão, como era costume à época a utilização do humor para a defesa de ideias.

Muito atenta ao papel da mulher, assim se expressou a grande escritora Maria Cottas sobre o Dia Internacional da Mulher, como consta do livro B, volume 3, de onde extraímos o seguinte trecho: "A mulher vem gradativamente conquistando seu espaço como cidadã, ao avançar nas conquistas sociais, políticas e econômicas, e ao se impor nos vários segmentos profissionais, embora muito tenha ainda a obter pelo próprio mérito. O Racionalismo Cristão, com seus ensinamentos, valoriza a mulher, pois ela passa a ter consciência das responsabilidades que contraiu no mundo de estágio ao escolher o sexo mais adequado à evolução que pretende na Terra. Espíritos já bem evoluídos encarnados em corpo feminino passaram e passarão pela Doutrina, transmitindo seu vigor espiritual a tantas outras mulheres, para que sejam sempre dignas e capazes de se doar à humanidade com trabalhos maravilhosos, plenos de sensibilidade, distribuindo boas orientações, conselhos amigos, palavras consoladoras. Tudo isso as mulheres espiritualmente esclarecidas são capazes de fazer, não esquecendo seu objetivo maior que é amar e educar o ser humano."

Não passa um dia qualquer sem que, em nossas mais de 170 Casas distribuídas por todo o mundo, tenhamos manifestações à cabeceira das mesas voltadas para a orientação e esclarecimento sobre o valor da mulher e, por que não dizer, sobre suas responsabilidades como preceptoras e educadoras de almas. Isso porque entendemos que a família muito depende do equilíbrio psíquico da mulher. Alerta o Astral Superior, através de espíritos altamente evoluídos e, portanto, com grande experiência, inclusive tendo feito sua derradeira estada na Terra em um corpo feminino, como a citada Maria Cottas, Maria Thomazia, Maria de Oliveira, Olga Brandão, Pureza de Moraes, Coretta King, Jacy de Moraes, Maria Nunes Flôr e tantas outras, que a mulher deve valorizar-se, impor-se através de uma postura digna e elevada, jamais se deixando levar por futilidades que o mundo oferece, tendo consciência do seu verdadeiro papel.

Por outro lado, observamos em nossas Casas que a maioria das pessoas que se interessam pela espiritualidade, inclusive fazendo parte da militância em nossas fileiras de colaboradores, é do sexo feminino, tanto que, cada vez mais, temos mulheres na presidência das Casas, expressando, com sua sensibilidade, todo seu amor pela humanidade através da divulgação dos princípios espiritualistas do Racionalismo Cristão.

Assim, recebam todas as mulheres, em especial as racionalistas cristãs, os nossos parabéns pelo Dia Internacional da Mulher, comemorado neste 8 de março, e o nosso respeito, consideração e admiração pelo trabalho que vocês desenvolvem em prol do esclarecimento espiritual da humanidade todos os dias.

Boa leitura!

Página principal | Arquivo